sábado, 17 de junho de 2017

Amadeu Avogadro

(1776 - 1856) Cientista italiano, nascido em Turim, que formulou a hipótese sobre a composição molecular dos gases (1811). Filho de um importante administrador público e advogado eclesiástico, o Conde de Avogadro, formou-se em ciências jurídicas, mas exerceu a advocacia por pouco tempo, dedicando-se como amador a matemática, a física e a química. Tornou-se professor de física e de matemática no Realli Collegio de Vercelli (1809). Com base nos estudos de Joseph-Louis Gay-Lussac, enunciou (1811) o extraordinário princípio de Avogadro: Volumes iguais de gases diferentes, nas mesmas condições de temperatura e pressão, têm o mesmo número de moléculas, que se constituiu num apoio decisivo à teoria atômica (posteriormente foi definido o número de moléculas em uma molécula grama, o chamado número de Avogadro: N = 6,0225 x 10²³ uma medida constante, válida para todas as substâncias), independentemente comprovado por Ampère (1815) e consagrado definitivamente (1858), pelo italiano Stanislao Cannizzaro. Essa lei permitiu explicar por que os gases se combinam quimicamente em proporções simples de números inteiros, como havia observado, anos antes, Joseph-Louis Gay-Lussac. Possibilitou, também, elucidar a estrutura diatômica das moléculas de gases como o nitrogênio, o hidrogênio e oxigênio. Foi o primeiro cientista a dar o nome de molécula aos átomos compostos resultantes de uma ligação química. Ingressou na Universidade de Turim (1820), onde permaneceu por dois anos, retornando (1834) e trabalhando até a aposentadoria, 16 anos após.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...